Quem somos

A Inprenha Biotecnologia é uma empresa de base tecnológica e inovação voltada para o setor de reprodução animal, com linha de produtos para grandes e pequenos animais. Nasceu na Incubadora Regional de Agronegócios (Inagro) no Município de Jaboticabal/SP com o objetivo de inovação dentre os pilares do negócio, vislumbrando o desenvolvimento de produtos e soluções diferenciadas para o mercado de reprodução e genética.

Constituída em 2008, foi então contemplada em participar do Programa Incpar/Finep, cujo objetivo era auxiliar na estruturação do plano de negócios para empresas nascentes. Em 2009, foi selecionada como uma das 10 empresas melhor classificadas no Programa Primeira Empresa Inovadora (PRIME/ FIPASE e SEBRAE), em um universo de mais de 3.100 empresas inscritas, recebendo recursos de subvenção econômica para custear RH e consultorias de mercado. Desde então possuiu histórico de P&D e inovação na rotina da empresa, sendo contemplada com projetos de subvenção econômica por órgãos de fomente a pesquisa como FAPESP, FINEP e CNPq.
Contamos com moderno laboratório de produção e temos como meta oferecer serviços e produtos de excelência, que visam o aumento da produtividade e redução de custo na atividade pecuária, principalmente àqueles que se utilizam de procedimentos de inseminação artificial e transferência de embriões, como ferramentas de tecnificação e investimento no agronegócio.

Possui também em seu portfólio a Linha PET com produtos para reprodução canina como diluidores para resfriamento de sêmen e envio em longas distâncias, aumento de volume e inseminação a fresco. Saiba mais em Produtos e Serviços ou em inprenhapet.com.br
Boiadeiro

Nosso Laboratório

O Laboratório de Produção da Inprenha é moderno e segue Normas do Ministério da Agricultura (segundo DECRETO MAPA No. 5053 de 22 de abril de 2004) para adequação de instalações, visando a produção de produtos veterinários na linha de biológicos.
Lab
Lab
Lab
Possui infraestrutura coesa, prática e moderna visando a produção de produtos com qualidade comprovada. Dentre as instalações, possui área de envase de produtos acabados com Certificação de Sala Limpa (classificação ISSO 08), garantindo um ambiente seguro para manipulação de produtos em fase final do processo produtivo.
Lab
Lab
Lab
Para manipulação de OGM segue normas da WHO/CDS/CSR/LYO/2003.4 e CTNBio) cuja infraestrutura é até superior ao exigido pelas normas internacionais, confirmando perfil responsável de garantia de qualidade e segurança aos seus funcionários, ao meio ambiente e seus produtos.
Lab
Lab
Lab
Segue rígidas normas de produção e controle de qualidade (segundo ATO Nº 7, DE 04 DE SETEMBRO DE 2006, Roteiro para Inspeção de Boas Práticas de Fabricação de Produtos Veterinários de Natureza Biológica/MAPA) mesmo para produtos isentos de registro junto ao MAPA, como é o caso de diluidor de sêmen (conforme Ofício Circular 04/2012/CPV/DFIP/MAPA).
Lab
Lab
Mantem um rígido controle da qualidade da água utilizada para fabricação de seus produtos, seguindo como padrão a Farmacopéia Européia (4ª.ed. , 2003) para qualidade de água ultrapura.
O sistema de produção é validado conforme farmacopeia mencionada, cujo padrão aceitável pode ser visualizado abaixo¹. O Laboratório da Inprenha Biotecnologia é devidamente regularizado junto aos órgãos de fiscalização como MAPA, CRMV-SP, CETESB e CTNBio.

¹ Padrão Aceitável para Agua Purificada - Contagem total de viáveis aeróbicos - Máximo 100 UFC/mL; Coliformes Fecais Ausentes, E.coli Ausente e Pseudomonas aeuginosa Ausente; Carbono Orgânico Total (TOC) Diária Máximo 0,05 mg/L (50 ppm); Condutividade Diária Máximo 4,3 µS.cm-1 a 20ºC; de acordo com Farmacopéia Européia, 4ª edição, 2003.; AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard methods for the examination of water and wastewater. 20. ed. Washington, D.C., 1998“Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater”, 20ª edição, 1998. USP 36/NF31 <1231> para Contagem total de viáveis aeróbicos, Pseudomonas aeuginosa ausente e Carbono Orgânico Total (TOC); SMEWW 22ª. ed., 2012 - 9223B para coliformes fecais e E.coli. Testes são realizados a cada 60 dias corridos. Sistema de Produção de água foi primeiramente validado com amostras colhidas durante 14 dias.

Dra. Erika da Silva Carvalho Morani

Presidente - CEO

Médica veterinária Doutora e Mestre em Reprodução Animal pela UNESP (Jaboticabal/SP). Com ampla experiência profissional empresarial, acadêmica e de P&D / inovação, com destaque para produção de embriões in vivo e in vitro, inseminação artificial, treinamento e capacitação de mão de obra. É co-inventora de duas patentes no segmento de reprodução animal. Tem publicações de artigos em periódicos nacionais e internacionais e dezenas de publicações em anais de congressos nacionais e internacionais nas áreas de fertilidade, andrologia, predição e maximização da fertilidade masculina.

Dr. Marcelo Roncoletta

Diretor de Produção e Pesquisa - Responsável Técnico

Médico veterinário com ampla experiência em reprodução animal. Do ponto de vista acadêmico, possui Doutorado e Mestrado em reprodução animal pela FCAV/UNESP Jaboticabal. Com experiência profissional empresarial, acadêmica e de P&D/inovação. Tem publicações de artigos em periódicos nacionais e internacionais e dezenas de publicações em anais de congressos nacionais e internacionais nas áreas de fertilidade, andrologia, congelabilidade, predição e maximização da fertilidade masculina. Atuou como consultor na área de reprodução e tecnologia de sêmen em uma das maiores Centrais de IA bovina do país, participando dos principais projetos de inovação e P&D, e também como responsável técnico de CCPS de sêmen de bovino, ovino e caprino.

Alex Sandro Pellegrini

Executivo de Contas - Marketing

Formado em Marketing com experiências em grandes empresas multinacionais do ramo farmacêutico como Medley e Grupo EMS, realizando treinamentos com equipes interna e externas, negociação com clientes especiais e pesquisas de mercado para detectar as necessidades dos consumidores. Com foco na elaboração de projetos que visem o aumento da produtividade, estabelecendo o público-alvo e criação conceitos para o fortalecimento da imagem da Cia, além de maximizar o lucro, viabilizando os processos de negociações com clientes e parceiros. Responsável pela coordenação de projetos de merchandising, programas de publicidade e propaganda. Sempre acompanhando as tendências de mercado analisando e traduzindo todas as informações coletadas, indicando os pontos de melhoria e oportunidades.

Dra. Renata Prandini Adum de Matos

Técnica de Laborátorio - Analista de Controle de Qualidade

Bióloga, Doutora e Mestre em Microbiologia pela UNESP, experiência em virologia, biologia molecular, engenharia genética e cultivo celular. Atuou em pesquisas sobre variabilidade genética, e em pesquisas que avaliaram a eficiência e segurança de fármacos, nanopartículas e compostos naturais, e seu potencial antitumoral e antiviral. Publicou artigos em periódicos nacionais e internacionais, além de publicações em anais de congressos nacionais e internacionais nas áreas de virologia, farmacologia, compostos naturais, genética e evolução.

Dra. Karine Minari

Técnica de laboratório - Purificação

Biotecnologista pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar. Realizou estágio em Biotecnologia Animal na Embrapa Pecuária Sudeste. Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Genética Evolutiva e Biologia Molecular da Universidade Federal de São Carlos. Atua nas áreas de Biologia Molecular, Biologia Estrutural, Bioquímica e Biofísica de proteínas. Possui artigos publicados em periódicos internacionais e publicações em anais de congressos nacionais e internacionais nas áreas de genética, bioquímica, biologia molecular e biofísica.

Dra. Mariana Monezi Boriz

Técnica de Laboratório – Microbiologista

Possui Graduação em Ciências Biológicas, Licenciatura e Bacharelado (2012), Mestrado (2015) e Doutorado (2019) em Microbiologia Agropecuária pela Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - Campus de Jaboticabal. Tem experiência nas áreas de Microbiologia e Biologia Molecular com ênfase em Clonagem e Expressão de proteínas heterológas em sistemas eucariotos.